Área do Aluno

GORDURA ABDOMINAL

GORDURA ABDOMINAL

 14% da população brasileira é sedentária, isso corresponde a 18 milhões de pessoas que não praticam nenhum exercício físico.

O grande problema de optar por um estilo de vida sedentário ocorre pelo fato de aumentar o peso corporal e consequentemente a gordura corporal. E assim, diversas doenças relacionadas ao sedentarismo passam a se manifestar: Hipertensão Arterial, Diabetes tipo II, Hipercolesterolemia, Doença Arterial Coronariana.

Portanto, a busca por algum exercício físico se torna necessária não só na terapia adjunta dessas doenças, mas como principal meio de redução da GORDURA, principalmente abdominal. Dentre os exercícios mais realizados atualmente, está a musculação, sendo esta uma das práticas mais importantes na redução da gordura corporal. O exercício de força promove recrutamento de fibras musculares importantes no aumento ou manutenção de massa óssea e muscular.

Além disso, durante o exercício de contra-resistência há maior liberação de hormônios conhecidos como lipolíticos (quebram gordura) como: GH, Adrenalina, Glucagon e Cortisol.

Vale lembrar que a intensidade de treino é quem determina maior ou menor ação desse hormônios, assim como maior ou menor gasto calórico. Portanto, incluir a musculação em um programa de perda de peso é crucial para atingir objetivos a curto e longo prazo. 

Nossa equipe elabora o seu programa de musculação onde desejar, seja em casa com materiais ou na academia.
Faça parte !

voltar